Comunicado da Pousada da Marquesa

    Exibir tudo

    Comunicado da Pousada da Marquesa

    Prezados hóspedes e amigos da Pousada da Marquesa.

    Como de conhecimento geral, o Brasil e o mundo estão passando por uma pandemia e devemos unir forças para ajudar no combate à propagação do vírus.

    Então, cumprindo a determinação anunciada pela Prefeitura Municipal de Paraty na data de 19/03/2020, informamos que estaremos com reservas fechadas pelos próximos 15 dias (de 20/03/2020 à 04/04/2020). Uma medida necessária neste momento.

    Estaremos entrando em contato com todas as reservas dentro desse período para proceder com as medidas para alterações de datas e, caso não seja possível um acordo nesse sentido, cancelamento das mesmas.

    Por hoje estamos tomando essa medida para proteger nossos hóspedes, amigos e funcionários da Pousada da Marquesa, mas esperamos que, quando esta situação melhorar, possamos recebe-los em nossa pousada com todo o conforto e saúde.

    Agradecemos a todos pela compreensão.

    Pousada da Marquesa

    (24)3371-1263

    (24)3371-1299

    Segue à baixo a nota divulgada pela Prefeitura:

    “A Prefeitura de Paraty informa que o prefeito Luciano Vidal assinou nesta quinta-feira, 19 de março, o decreto 024/2020, estabelecendo mais uma série de restrições para evitar a circulação de pessoas no município e aumentar a prevenção ao coronavírus.

    Pelo decreto fica estabelecido o seguinte:
    1-Proibição de funcionamento de lojas e de comércio em geral pelo prazo mínimo de 15 dias, excetuando-se supermercados, mercados que trabalham com gêneros alimentícios, farmácias, padarias, açougues, peixarias, postos de gasolina e comércios voltados para alimentos e medicamentos de animais;
    2-Proibição do funcionamento de restaurantes e bares pelo prazo mínimo de 15 dias, excetuando-se aqueles que trabalham com serviço delivery;
    3- Proibição da circulação e permanência em todas as praias do município pelo prazo mínimo de 15 dias, incluindo Trindade, Prainha de Mambucaba, São Gonçalo, São Gonçalinho, Prainha, Jabaquara e Pontal. Nestas praias serão afixadas faixas de alerta aos visitantes e a fiscalização vai autuar os infratores;
    4-Proibição de acesso a trilhas e cachoeiras e ilhas pelo prazo mínimo de 15 dias;
    5-Suspensão das atividades de pousadas, campings, hostels pelo prazo mínimo de 15 dias. Aqueles estabelecimentos que já estão com hóspedes manterão apenas estas reservas e não aceitarão novos hóspedes;
    4- Determinação à empresa de ônibus Colitur que opere com 50% da capacidade de passageiros sentados e promova a higienização dos veículos nos pontos finais a cada chegada ao destino, além de limpeza geral dos ônibus a cada 24 horas.
    5- Proibição de passeios de barco e de jipe, de qualquer natureza, pelo prazo mínimo de 15 dias.
    6- Bancos e loterias não são comércio e têm seu funcionamento regulado pelo Banco Central, mas seguem trabalhando com contingenciamento e terão que evitar aglomeração de pessoas;
    7- A Prefeitura vai realizar operações específicas de fiscalização para combater a prática de preço abusivo, principalmente de medicamentos, insumos e alimentos.

    Além disso, o prefeito Luciano Vidal anunciou a proibição do corte de fornecimento de água e flexibilização para pagamento das contas para todos os moradores, pelo prazo de 60 dias. Haverá ainda gestão do município junto à empresa Enel, que é uma concessionária do governo federal, para que a mesma medida seja adotada em relação à conta de luz.
    Por fim a Prefeitura de Paraty reitera, que até o momento, não foi confirmado nenhum caso de coronavírus e há quatro casos que seguem em investigação, com pacientes em internação domiciliar ou já fora da cidade, conforme boletim epidemiológico divulgado na tarde desta quinta-feira.

    Para mais informações, acesse o decreto 024/2020 através do link http://pmparaty.rj.gov.br/informativo/noticias/novo-decreto-que-estabelece-uma-serie-de-restricoes-para-evitar-a-circulacao-de-pessoas-no-municipio